Banco do Nordeste apresenta plano para financiar R$ 18 bi em Pernambuco até 2021

O desembolso de crédito do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) vem aumentando desde 2017 em Pernambuco e deve se expandir ainda mais até 2021, com atenção especial para a expansão dos programas de microcrédito. Esse foi o cenário apresentado pelo superintendente da instituição no Estado, Ernesto Lima Cruz, em audiência pública promovida pelaComissão de Desenvolvimento Econômico da Alepe nesta quarta (28). 

Na palestra, o gestor afirmou que a meta para este ano é alcançar R$ 5,5 bilhões em financiamento, com pelo menos R$ 4 bilhões desse total em empréstimos oriundos de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). O dispositivo repassa valores de impostos federais para promover o desenvolvimento da região.

O objetivo é que o valor total de financiamentos do Banco do Nordeste, incluindo FNE e outras fontes, chegue a R$ 6,5 bilhões em 2021, atingindo o total de R$ 18 bilhões no triênio 2019-2021. “O nosso foco vai ser a micro, pequena e média empresa, porque é um segmento em que precisamos avançar em termos de agilidade e no qual há mais possibilidade de geração de emprego e renda, um dos principais objetivos de um banco de desenvolvimento”, disse Lima Cruz. 

Atualmente, o BNB é responsável por 65% do crédito de longo prazo em Pernambuco, além de cerca de 55% de todo o crédito rural. “Mesmo num ambiente de crise, conseguimos sair de R$ 1,3 bilhão de desembolsos com recursos do FNE em 2016 para R$ 4,5 bilhões em 2018”, registrou o superintendente. 

Deixe uma resposta