Debates sobre transporte alternativo dominaram reunião da Câmara de Serra Talhada

A última Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Serra Talhada ficou marcada pelos debates acerca da Lei Federal nº 13.855, que pune veículos que fazem transporte alternativo sem autorização. A partir de agora a infração é considerada gravíssima, com multa e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da remoção do veículo como medida administrativa. 

Segundo o vereador José Raimundo, o tema é discutido desde o último congresso da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). “Vereadores de todo estado estão preocupados com essa situação, pois são pais de família que vivem dessa atividade, além das pessoas que trabalham e estudam em outros municípios. Montamos uma comissão para irmos até a Amupe para tratarmos sobre isso”, disse

Ainda de acordo com o parlamentar, a presidência da Câmara autorizou a realização de uma reunião para debater o assunto e disponibilizou estrutura para que seja realizado o cadastramento dos transportes alternativos dentro da Casa. “É necessário que sejam feitos esses cadastros até dia 20 deste mês para que os motoristas possam ter direito a trafegar”, lembrou.

A reunião para orientar os profissionais quanto a importância de realizar o cadastramento foi realizada ontem (10).

Deixe uma resposta