Ex-prefeito de Flores é preso pela Polícia Federal suspeito de praticar crimes de responsabilidade

NE10 Interior

O ex-prefeito de Flores, Arnaldo Pedro da Silva, foi preso pela Polícia Federal na tarde de ontem (14). Ele exerceu o mandato na cidade entre 1992 e 1996 e 2001 e 2004.

Segundo a Polícia Federal, o ex-prefeito é suspeito de desviar recursos públicos em proveito próprio ou alheio destinados ao convênio com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) para melhoria habitacional no município para o controle da doença de Chagas. As investigações indicaram a execução de apenas 51% do objeto previsto, embora o pagamento tenha sido feito integralmente à empresa contratada.

Arnaldo foi condenado pela Justiça Federal pela prática de crimes de responsabilidade. As penas são de oito anos de reclusão em regime fechado e inabilitação para o exercício de cargo ou função pública por cinco anos, além da reparação do dano causado aos cofres públicos, que ultrapassavam os R$ 400 mil em 2016.

O ex-prefeito foi levado para realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e está custodiado na Delegacia da Polícia Federal de Salgueiro.

Deixe uma resposta