Parlamentares repercutem falta de água na Zona Rural de Caruaru

Os deputados estaduais José Queiroz e Tony Gel fizeram apelos ao Governo do Estado e à Compesa para que garantam o abastecimento de água na Zona Rural de Caruaru. O racionamento aumentou na região em função do rodízio adotado para suprir a necessidade da cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

Conforme Queiroz, a chuva não chegou aos rios que desembocam na Barragem de Tabocas, que abastece Santa Cruz. Em razão disso, parte da água que iria para Caruaru está seguindo para o município vizinho. “Concordamos com a medida, pois a cidade não poderia ficar sem água, ou com racionamento de 30 dias, como já houve. Mas o atendimento na área rural de Caruaru começa a se agudizar”, disse.

“Entramos em contato com a presidência da Compesa e o Governo de Pernambuco para verificar a melhor solução. Sugerimos a velha e tradicional alternativa do carro-pipa. Quando não se tem outro remédio, usa-se, talvez, o mais amargo”, afirmou o deputado, ressaltando que os problemas podem ser equalizados com a conclusão da Adutora do Agreste, somando-se a outros projetos recentes, como as adutoras de Serro Azul e do Pirangi.

Tony Gel assinalou que a população não teria meios para custear os serviços de carros-pipa. Ele afirmou que técnicos apontam que há condições de, neste momento de crise, manter o abastecimento na zona rural ao menos uma vez por mês, o que permitiria à população encher as cisternas. De acordo com o emedebista, a presidente da Compesa, Simone de Albuquerque, se comprometeu a estudar essa possibilidade. 

“São dezenas de milhares de pessoas. Precisamos socorrer nossos irmãos de Santa Cruz, mas não podemos deixar os da zona rural de Caruaru desprovidos. Só uma dona de casa e um pai de família sabem o sacrifício que é não ter água em casa no dia a dia. Tenho certeza de que a solução será encontrada”, destacou o parlamentar.

Deixe uma resposta