Prefeitura de Afogados da Ingazeira promove debate sobre transporte alternativo

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira realizou na noite de ontem (8) uma reunião com motoristas que trabalham com transporte alternativo de passageiros. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) participou como parceira.

O encontro teve como pauta as mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que aumentaram a punição de transportes irregulares, transformando a infração de grave para gravíssima. A alteração baseada em projeto do deputado federal Daniel Coelho foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e passa a valer à partir de outubro.

Um pré-cadastro complementar que irá servir como base de dados e informações para a criação de um lei estadual para o transporte alternativo está sendo realizado pelo Governo do Estado. “O pré-cadastramento é um fase obrigatória para quem quer se regulamentar no transporte”, disse a presidente da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), Marília Bezerra.

“Estamos muito preocupados com as alterações, o nosso comércio depende muito das lotações. O Estado precisa fazer uma regulamentação para o transporte alternativo, e ao mesmo tempo tentar ajudar os motoristas a não ficarem de fora do sistema de transporte”, disse o prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota.

O pré-cadastro poderá ser realizado em todos os municípios do estado até o próximo dia 20 de setembro.

Deixe uma resposta