Protesto contra demissão de dirigente sindical marca inauguração da subsede do Sinduprom-PE em Tabira

O Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinduprom-PE) realizou na tarde desta segunda-feira (27) a inauguração de uma subsede no município de Tabira.

O evento ocorreu no dia em que Tabira completou 70 anos de Emancipação Política e foi marcado por protesto contra a demissão da professora da Rede Municipal de Ensino e diretora geral do Sinduprom-PE, Dinalva Lima. Professores, representantes de movimentos sindicais, populares e políticos participaram do ato e reafirmaram apoio a sindicalista, bem como denunciaram que a mesma é vítima de perseguição política por parte da gestão do prefeito Sebastião Dias por defender uma educação de qualidade.

“Inauguramos esse espaço para fortalecer a nossa categoria de profissionais do magistério, que têm em comum uma história marcada por lutas frequentes em busca de melhores condições de trabalho e remuneração compatível com à atividade laboral que desenvolvem”, disse Dinalva, ressaltando que sua demissão foi motivada pela sua atuação firme na defesa pela valorização dos profissionais de educação do município, melhores condições de trabalho e respeito na aplicação dos recursos públicos.

Os participantes ainda denunciaram que o Inquérito Administrativo que culminou com a demissão da servidora logo depois de conseguir na Justiça a cedência para desempenhar o mandato classista está carregado de irregularidades e que foi baseado em falsos testemunhos.

Deixe uma resposta