Amupe presente no Fórum Prefeitas e Prefeitos do Pajeú pelo Clima e pelas Águas

Gestores municipais, secretários e secretárias de meio ambiente, estiveram reunidos na quinta (10), em Floresta, para o Fórum de Prefeitas e Prefeitos do Pajeú pelo Clima e pelas Águas, que discutiu a atual situação da bacia do Rio Pajeú, cenários e desafios. O evento foi uma realização do governo do Estado de Pernambuco e da prefeitura de Floresta, e contou com o apoio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

Participaram do encontro o presidente da Amupe, José Patriota, a prefeita anfitriã do evento, Rorró Maniçoba, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, o bispo da Diocese de Floresta, Dom Gabriel Marchesi, dentre outras autoridades de gestão ambiental.

Anfitriã do evento, a prefeita de Floresta, Rorró Maniçoba, fez um discurso com visão para o futuro. “Uma atitude hoje permitirá que nossos filhos e netos herdem melhores condições ambientais para uma existência mais digna. Devemos estar alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, com o Acordo de Paris e com os acordos regionais no qual Pernambuco ganha destaque. Juntos podemos mais”, frisou a prefeita anfitriã do evento, Rorró Maniçoba.

Em sua fala, o presidente da Amupe, José Patriota, destacou a importância da união entre poder público e sociedade civil para preservação ambiental. “Precisamos de ações integradas, temos que nos dar as mãos, e somar todos os recursos humanos, materiais e financeiros porque é a vida que está em jogo e nós temos que preservá-la. Por outro lado, a sociedade precisa se organizar e tomar conta de forma permanente junto aos entes públicos”, frisou.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, afirmou que “o planeta é a casa de todos. Nós não estamos falando só do meio ambiente, mas do meu ambiente, do nosso ambiente. As águas talvez seja essa representação que nos fazem entender essa casa comum que a gente vive, porque o Pajeú passa por diversos municípios, por diversas regiões”, completou.

Ao final do evento, as autoridades presentes assinaram uma Carta pelo Clima e pelas Águas, que vai auxiliar ações integradas de construção de um modelo de desenvolvimento sustentável que garanta a segurança hídrica, energética e climática do Pajeú.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.