Caminhos de Pernambuco investe cerca de R$ 154,5 milhões na RMR e nos acessos às praias

Os investimentos em infraestrutura rodoviária são um dos pilares do Plano Retomada que vem sendo anunciado pelo governador Paulo Câmara em todas as regiões do Estado. Somente na Região Metropolitana do Recife (RMR) e nos acessos às principais praias do litoral pernambucano, os aportes somam cerca de R$ 154,5 milhões para a reestruturação de 19 rodovias estratégicas, contemplando 131,6 quilômetros de extensão. A iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco que trata da requalificação da malha viária estadual.

A ação é coordenada pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) e executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Os trabalhos contam com obras já em execução, além da autorização para a elaboração dos projetos de engenharia necessários para a requalificação das vias em diversos municípios. Considerando apenas a RMR, os aportes chegam a R$ 74,5 milhões para a restauração de 53 quilômetros de estradas. No momento, estão em andamento as obras de reconstrução da PE-17, em Jaboatão dos Guararapes; da PE-18, em Abreu e Lima; e de implantação e pavimentação da PE-33, no Cabo de Santo Agostinho.

A PE-017 tem 12 quilômetros de extensão compreendidos entre a BR-101, no Bairro da Muribeca e a PE-007, em Jaboatão Velho. Cerca de 24 mil veículos circulam por ela diariamente. As obras na rodovia incluem os serviços de requalificação da rede de drenagem, pavimentação, iluminação e sinalização em toda sua extensão. A execução tem duração prevista de 10 meses. O investimento é de quase R$ 30 milhões.

O trabalho de requalificação da PE-18 contempla a extensão de 3,6 quilômetros da via, também conhecida como a Avenida Ingo Hering, ao aporte de R$ 7 milhões. A expectativa é que o serviço seja concluído dentro de seis meses. Com relação à PE-33, no Cabo de Santo Agostinho, a intervenção conta com recursos da ordem de R$ 30,4 milhões, sendo R$ 12 milhões provenientes de emenda da bancada federal. A duração prevista é de um ano e seis meses. Quando pronta, a pavimentação da PE-033 deverá beneficiar diretamente mais de 44 mil pessoas, incluindo estudantes e servidores da Universidade e do Instituto Federal.

O planejamento inclui, ainda, a elaboração de projeto e autorização para contratação de obras. Em Itapissuma, por exemplo, foi autorizada a implantação e pavimentação do acesso ao sítio industrial da cidade que vai acontecer no segmento de três quilômetros da estrada, ao investimento de R$ 9 milhões. O processo para contratação da empresa responsável por executar os trabalhos na localidade foi publicado no último dia 25 de setembro. A expectativa é que as obras comecem até o fim deste ano.

Os investimentos do Programa Caminhos de Pernambuco chegaram até a PE-007, em Moreno, para a qual será contratada a empresa responsável pela elaboração dos projetos de restauração do pavimento e para implantação de um novo sistema de iluminação em LED na rodovia PE-007. As obras contemplarão um trecho com extensão de sete quilômetros, entre a BR-232 e o Centro da cidade. Ao todo, serão aportados R$ 7,2 milhões para a reestruturação da via.

Foi autorizada, também, a elaboração do projeto para implantação e pavimentação da PE-020. A rodovia possui a extensão de 6,5 quilômetros e faz a ligação entre os distritos Lajes e Matriz da Luz, na Zona Rural de São Lourenço da Mata. Serão investidos cerca de R$ 9,7 milhões nas intervenções. Já em Paulista, a PE-22 será beneficiada com a elaboração do projeto para a recuperação de toda a sua extensão, totalizando 9,8 quilômetros, a partir do entroncamento da PE-015, passando pelo bairro de Maranguape II, até a entrada da PE-001, na Praia de Conceição. A elaboração do projeto contará com aporte de R$ 196 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Rolar para o topo