Category «Pajeú»

Manutenção afeta abastecimento de água em Itapetim, Brejinho e Tuparetama

A Compesa informa que vai abastecer, temporariamente, os municípios de São José do Egito, Iguaraci, Santa Terezinha, Tabira, Flores, Carnaíba e Quixaba por mananciais locais ou inversão de adutoras em função da necessidade de serviços de manutenção emergencial, a serem executados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em um trecho do Eixo-Leste da Transposição do Rio São Francisco. Ainda em função dessa intervenção, as cidades de Itapetim, Brejinho e Tuparetama, além do distrito de Riacho do Meio, em São José do Egito, serão assistidas exclusivamente por meio de carros-pipa.

Segundo o MDR, a manutenção teve início ontem (6), no trecho denominado Aqueduto Jacaré, entre as estações elevatórias 03 e 04, localizadas no município de Serrania, que integram o Eixo-Leste da Transposição. Em função do serviço, o sistema de abastecimento alimentado pela transposição do rio São Francisco ficará sem funcionar, e por isso, haverá impacto na distribuição de água das 10 cidades e um distrito localizados no sertão.

A Compesa explica que ainda não há previsão de retorno para a operação das duas estações de bombeamento, visto que os consultores do MDR estão avaliando o trecho onde será realizada a manutenção para, a partir daí, estimarem uma previsão para a conclusão dos serviços de manutenção.

A Compesa informa, ainda, que manterá contato com o MDR, diariamente, para o acompanhamento das ações de manutenção e, tão logo, a vazão de 220 litros de agua por segundo seja liberada, a Companhia retomará o abastecimento dos municípios afetados com a água captada no rio São Francisco.

Chuva volta a cair com intensidade no Pajeú

Portal Tabira

As chuvas intensas voltaram ao Pajeú neste domingo (26). Houve precipitações em todos os municípios da região, segundo o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Tabira registrou o maior volume com 85 mm.

O segundo município onde mais choveu foi Triunfo com 82 mm, seguido de Santa Terezinha com 68 mm, Solidão com 64.9 mm, Carnaíba com63 mm, Flores com 60 mm e Serra Talhada com 60 mm.

Tuparetama registrou 58 mm, Itapetim 52 mm, Santa Cruz da Baixa Verde 52 mm, Brejinho 50 mm, São José do Egito 47.5 mm, Calumbi 47.1 mm, Afogados da Ingazeira 47 mm, Ingazeira 35 mm, Quixaba 30.5 mm e Iguaracy 30 mm.

A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) é de mais chuva na região nesta segunda (27).

Pelejas do Pajeú marcam os últimos lançamentos da Cepe Editora em 2021

Na próxima quinta (30), a Cepe Editora lançará no município de Itapetim, Sertão de Pernambuco, três títulos que evidenciam a produção poética nordestina. Dois deles saem pela Coleção Pajeú e remetem a nomes referenciais do repente, cujos centenários de nascimento são comemorados em 2021: Pedro Amorim (O Poeta dos Vaqueiros) e Dimas Batista (Obras Poéticas). O terceiro livro, O Aventureiro e o Boêmio, tem coautoria do professor do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Marcos Nunes e do escritor e advogado Raimundo Patriota, filho de Louro do Pajeú. O lançamento acontece às 19h, na Praça Rogaciano Leite, dentro das comemorações do aniversário da cidade, que completa 68 anos dia 29.

O amor, o vaqueiro aboiador, a vida no Sertão, a saudade dos pais falecidos e a tristeza pela morte prematura de uma filha serviram de mote para Pedro Amorim escrever as poesias e os sonetos que compõem O Poeta dos Vaqueiros, agora relançado pela Cepe Editora. Nascido em Desterro (PB), em 18 de setembro de 1921, Pedro Vieira de Amorim migrou para Itapetim (PE) ainda criança, onde faleceu em 2011. Tinha na agricultura sua atividade principal, mas era famoso pelas poesias, cantorias e o bom humor.

Com 116 páginas, o livro está dividido em duas partes: a primeira tem 18 poesias e a segunda, 12 sonetos. O Poeta dos Vaqueiros, publicado originalmente em 1988, ganha nova impressão com acréscimos de versos que Pedro Amorim fez depois, muitos ainda sob o impacto da perda da filha Cléfira. “Meu pai tinha como sonho a reedição deste livro”, informa Bartira Amorim, em nota de agradecimento na abertura do título.

“O Poeta dos Vaqueiros é a revelação criadora do seu mundo sertanejo, vaqueiro e poeta. Seus versos têm a sonoridade do aboio dos vaqueiros e a virilidade da voz do Sertão”, destaca o advogado José Rabelo de Vasconcelos, no prefácio.

Vindo de uma tradicional família de cantadores, irmão de dois outros nomes estelares da poética sertaneja (Lourival/Louro do Pajeú e Otacílio), Dimas Batista é homenageado pela Coleção Pajeú com a coletânea Obras Poéticas. Cantador, violeiro e repentista admirado por artistas e intelectuais, como Alceu Valença e Ariano Suassuna, foi considerado um metrificador de raro talento e o mais erudito entre os poetas populares.

“Atrevo-me a reputá-lo como o poeta mais caprichoso que Itapetim ofereceu ao mundo até a atualidade. Seu verso era lapidado, feito sob uma medida ímpar, farto em rima e rico em oração, tal era seu capricho na escultura da estrofe”, destaca no prefácio o advogado, poeta e pesquisador itapetinense Saulo Passos.

Dimas Batista nasceu no povoado das Umburanas, hoje Itapetim, em 21 de julho de 1921. Começou na cantoria aos 15 anos de idade, por mais de 15 anos ganhou o mundo e fez fama com sua arte, sendo vencedor em todas as contendas que participou. Conviveu, fazendo duplas, com nomes fundamentais da chamada “Era de Ouro” da poesia popular nordestina. Grande mestre, tinha predileção por alguns gêneros poéticos, como o martelo, o galope à beira-mar e o quadrão trocado, considerado um dos mais difíceis, além de grande glosador.

Aos 50 anos de idade, formou-se em Letras, cursou ainda Direito e Pedagogia. Falava com fluência o inglês, o francês e o espanhol. Abandonou a viola e se tornou professor de literatura e língua portuguesa. Com 265 páginas, o livro Obras Poéticas, Dimas Batista reúne mais de 40 textos, entre poesias, sonetos, versos e trechos de livros publicados ainda em vida. Dimas Batista faleceu aos 65 anos, em Fortaleza, vítima de um acidente vascular cerebral, e foi sepultado em Tabuleiro do Norte (CE), onde residia com a família.

O livro O Aventureiro e o Boêmio tem como principal objetivo registrar a genialidade de dois grandes nomes da poesia popular, Pinto do Monteiro e Louro do Pajeú, que cantaram juntos por mais de meio século. O valor documental do livro é inestimável. Fica guardada na memória a peleja em que os poetas se enfrentavam fazendo ou respondendo a insultos e provocações. “Esses dois poetas não só estão presentes na cultura popular nordestina, mas já foram tema de estudos acadêmicos em grandes universidades, não só no Brasil, mas até no exterior”, diz o professor e escritor Marcos Nunes.

Pinto Velho do Monteiro nasceu em 1895, a 21 de novembro, na então Vila do Monteiro, na Paraíba. Exerceu várias profissões, em diversas regiões. Foi vaqueiro, soldado de Polícia, guarda do serviço contra a malária no Norte do país, auxiliar de enfermagem e vendedor de cuscuz no Recife, antes de se fixar na viola.

Já Lourival Batista Patriota, o Louro do Pajeú, nasceu em 1915, a 6 de janeiro, na Vila de Umburanas, hoje Itapetim. No prefácio, o poeta Joselito Nunes descreve os companheiros de tantas pelejas: “Sempre que eu encontrava Louro em São José do Egito era de sandálias japonesas, camisa aberta ao peito, um cigarro pendente num canto da boca, uma bengala pendurada num dos braços, um pacote de pão num sovaco e um livro no outro. Já de Pinto ficou uma imagem que publiquei no livro e que chama a atenção pelo inusitado. Ele deitado na cama, onde passaria seus últimos dias, tendo ao lado uma mesinha de cabeceira, sem nenhum frasco ou caixa de remédio, mas sim com uma bisnaga de óleo singer. Alguma coisa alusiva a uma possível máquina de fazer versos que ali repousava”.

Os primeiros títulos da Coleção Pajeú, criada pela Cepe para dar mais visibilidade à produção poética sertaneja, foram lançados em junho de 2021: Meu Eu Sertanejo, antologia que reúne 40 poemas do compositor e repentista de Serra Talhada Henrique Brandão; Redes de poesia, primeiro livro do poeta Andrade Lima, com cerca de 170 poemas de temáticas diversas; e Mesas da 1ª Feira de Poesia Popular, que registra as poesias declamadas por 19 poetas que participaram das três mesas de glosa realizadas na feira promovida pela Cepe, em São José do Egito, em 2019.

Rogério Leão participa de inauguração e ordens de serviço no Pajeú

Em Serra Talhada, acompanhando o governador Paulo Câmara e o deputado federal Sebastião Oliveira, Rogério Leão visitou as obras de recuperação da PE-365, que liga Serra Talhada, Santa Cruz da Baixa Verde e Triunfo. Ainda em Serra Talhada, o parlamentar participou da inauguração do Instituto de Terapia Renal Alice Torres Pereira de Carvalho.

Já em Calumbi, junto com o governador Paulo Câmara e com o prefeito Joelson, o deputado assinou a autorização para abertura de licitação do projeto para construção PE-357, estrada que liga Calumbi / Tamboril / BR-232, próximo à Varzinha.

Além disso, vários outros anúncios em infraestrutura para Calumbi foram proferidos pelo governador Paulo Câmara, entre eles, a assinatura do Convênio para pavimentação de diversas ruas na cidade sertaneja.

No município de Quixaba, Rogério lembrou dos recursos destinados, através de Emenda Parlamentar de sua autoria, para aquisição de ambulâncias que deram mais suporte aos serviços públicos de saúde oferecidos à população.

Também em Quixaba, assinou, juntamente com o governador Paulo Câmara, o Termo de Anúncio de Convênio para pavimentação de diversas ruas e o Termo de Anúncio de Licitação para construção de uma passagem molhada. Assinaram, ainda, a abertura de Licitação do projeto para construção de uma Estação Elevatória de Água no município.

Sinduprom reúne professores do Pajeú para debater piso e precatórios

Na frente ampla que abriu em defesa dos professores em Pernambuco, para que possam ter direito a um piso salarial digno e recompensas na parte do Fundef nos precatórios, o deputado federal Fernando Rodolfo (PL) cumpre agenda no próximo domingo (12)no Sertão do Pajeú.

Atendendo convite do Sindicato Único dos Professores do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino do Estado (Sinduprom), participa de um debate às 17 horas na sede social da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no bairro Brotas.

“Se depender de nós, engajados no evento, será um grande sucesso. Rodolfo tem o nosso e apoio e atenção como porta-voz dos nossos anseios”, diz uma das professoras à frente do movimento.

Blog do Magno

José Bertotti assina convênio para projeto de recuperação de nascentes no Pajeú

Uma proposta para sociobiodiversidade de grupos de mulheres do Sertão do Pajeú foi mais um dos projetos contemplados pelo edital do Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema) com o aporte de 291.577, 20. Em agenda de visitações pelo Sertão, para a assinatura dos convênios com as entidades vencedoras do certame, o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, participou de evento organizado pela Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, entidade contemplada pelo edital do Fema, lançado em março deste ano. A solenidade, realizada em Itapetim, nesta terça (23), pela Rede de Mulheres, na comunidade de Gameleira, contou com a participação do prefeito de Itapetim, Adelmo Moura, e de representantes das prefeituras de Brejão, Iguaracy, Afogados da Ingazeira, São José do Egito, além de demais lideranças locais.

Para o secretário José Bertotti, é importante destacar a relevância do edital que passa contemplar importantes iniciativas que são desenvolvidas no estado por organizações da sociedade civil, a exemplo do projeto da Associação da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú. “Gostaria de destacar, aqui, a importância de projetos como este, que consiste em produzir alimentos, capacitar mais mulheres que já têm um trabalho forte e de referência para o estado, aqui no Pajeú. Um trabalho que consiste em atuar na produção de água, recuperando nascentes, combinando a isto a produção de alimentos, e que será realizado com mulheres dos municípios de Itapetim, Iguaracy e São José do Egito”, afirmou o secretário estadual.

“O projeto foi pensado junto com a comunidade pra melhorar as condições de um trabalho que as mulheres já fazem, aqui, na de preservação e conservação do meio ambiente e o projeto que vem restaurar sistemas de recomposição de matas, de áreas de nascentes, então é um projeto que vem fortalecer uma diversidade grande e vai deixar muitas sementes plantadas que é o que a gente espera. Como a gente espera também, levar essa experiência para outras comunidades, pois vai fortalecer muito esse trabalho que as mulheres já fazem nesse campo da preservação e conservação ambiental”, ressaltou Ana Cristina Nobre dos Santos, educadora e integrante da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, coordenadora do projeto.

O Edital Fema (nº 01/2021), lançado em março deste ano, teve como objetivo investir cerca de R$ 1,8 milhão em projetos da sociedade civil com vistas à recomposição florestal em áreas de nascentes, a partir de sistemas agroflorestais. Áreas degradadas ou em processo de degradação, na região dos biomas de Mata Atlântica e Caatinga, deverão ser restauradas a partir das iniciativas contempladas. Ao todo 6 projetos foram selecionados: 3 a serem implementados no bioma Caatinga e os demais no bioma Mata Atlântica.

Avião com manobras em baixa altitude assusta moradores do Pajeú

Blog do Nill Júnior

Moradores de Tabira e Água Branca na Paraíba tem se queixado de uma aeronave voando em baixas altitudes desde a semana passada. segundo relatos, o avião, cujo proprietário não foi identificado, faz voos rasantes e tem assustado moradores.

Na sexta (5), uma equipe da Rádio Cidade fazia uma transmissão da rádio ao vivo em um bairro e foi surpreendida com o avião muito baixo. A equipe garante que nunca havia visto uma aeronave voando tão baixo.

“Só faltei me jogar ao chão quando vi aquele negócio vindo em minha direção. Esperei a queda dele mais adiante, mas do jeito que ia seguiu o voo. O susto foi grande”, disse o comunicador Júnior Alves.

Hoje (8), relato similar foi feito por um ouvinte da Rádio Pajeú em Água Branca, na Paraíba. Moradores de Fazenda Nova e comunidades de São José do Egito relatam o mesmo. “Ele voa muito baixo e assusta muito”, relata Zezinho de Água Branca. “Ontem passou esse avião aqui bem baixo”, afirmou Elizangela, do sítio Barreiros de Afogados.

Consultores de aviação ouvidos indicam que a aeronave pode estar fazendo análise topográfica da região. “Isso pode ser verificado pela antena na cauda”, diz o aviador Lupércio Morais.

Atraso de repasses por municípios ameaça futuro do SAMU

Uma reunião entre técnicos do SAMU Regional e promotores da região, Lúcio Luiz de Almeida Neto e Rodrigo Amorim, identificou que o atraso de repasses por parte de municípios principalmente da VI Geres ameaça o futuro do serviço na região.

Um levantamento entregue ao MP que mostra quais cidades estão com mais parcelas em atraso. Em montante, Arcoverde, com dez repasses em atraso e valor de R$ 411 mil é a cidade com maior débito.

Com dez parcelas atrasadas mas contrapartida menor também estão  Buíque (R$ 324 mil), Ibimirim (R$ 161 mil), Inajá (R$ 130 mil), Jatobá (R$ 81 mil), Manari (R$ 71 mil), Pedra (R$ 124 mil), Tacaratu (R$ 143 mil), Venturosa (R$ 102 mil) e Petrolândia (R$ 121 mil), essa com seis parcelas. Estão em dia na VI Geres apenas Custódia e Sertânia. Registre-se, todas já utilizam o serviço.

Na área das X e XI Geres, a situação está sob controle e casos pontuais de inadimplência estão sendo resolvidos, segundo o MP. Entretanto, há casos que chamam a atenção pelo volume de parcelas em atraso como Betânia (oito e montante de R$  56 mil), Itacuruba (dez e valor de R$ 27 mil) e Santa Cruz da Baixa Verde, com nove e montante de R$ 62 mil.

Blog do Nill Júnior

“Chama Violeta” leva arte às comunidades rurais do Pajeú

Nos dias 30, 31 de outubro e 1º de novembro, o alto Sertão do Pajeú receberá a 4ª edição do Chama Violeta, festival de artes integradas que agrega ações do projeto permanente “No meu terreiro tem arte”. A iniciativa independente da artista e produtora Odília Nunes, realizada com o apoio do Sesc Triunfo, vai contemplar as comunidades rurais de Picos, em Iguaracy, Minadouro e Sitio Manoel Pereira, em Ingazeira.

Durante os três dias, haverá oficina de balé clássico para crianças e espetáculos de teatro de animação, teatro e circo, música, poesia e cultura popular. Este ano, participam da programação artistas de Ingazeira, Triunfo, Recife, Olinda, Arcoverde, Garanhuns, Minas Gerais, São Paulo e da Venezuela.

Por causa da pandemia, a programação é exclusiva para as comunidades e todas as medidas serão adotadas para a prevenção da Covid-19. Além do Sesc, também apoia a iniciativa, a Fazenda Quilariá da Barra.

De acordo com a idealizadora e realizadora do projeto, o “Chama Violeta” é um festival cultural similar a outros realizados em grandes centros urbanos, mas com uma programação que se propõe a dialogar com o público do campo. “Acredito no poder social e educativo da arte. Com ela nos comunicamos, interpretamos o mundo, nos unimos, nos conhecemos e podemos ser mais solidários, criativos e equilibrados”, afirma Odília Nunes.

Flores, São José do Egito e Brejinho lideram geração de empregos em setembro no Pajeú

O Sertão de Pernambuco registrou um saldo positivo de geração de 3.340 novos postos de trabalho somente no mês de setembro de 2021, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, divulgados na última terça (26).

Foram 1.065 vagas a mais que o mês anterior, quando a região havia registrado 2.753 novos empregos formais. A cidade de Petrolina, no Sertão do São Francisco, lidera a lista com 4.964 admissões e 2.732 desligamento.

Dividindo pelas regiões, o Sertão do Pajeú gerou 109 novos postos de trabalho, com destaque para Flores com 30 novas carteiras assinadas, São José do Egito com 27 e Brejinho que teve 13 postos de trabalho, ocupados formalmente.

Afogados com a geração de 7 empregos, Tabira, Santa Cruz da Baixa Verde e Tuparetama com 5 cada, Carnaíba e Triunfo com 4 cada, Iguaracy e Solidão com 3 cada, Santa Terezinha com 2 e Itapetim com 1, foram as cidades da região que geram novos empregos.

Calumbi, Ingazeira e Quixaba não geraram nem um novo posto de trabalho, já Serra Talhada ficou um saldo negativo de -209, ou seja, demitiu mais do que gerou novas oportunidades.

Blog do Erbi

Cimpajeú se reúne com Ministério da Saúde para discutir liberação de recursos para o SAMU

O Consorcio de Integração dos Municípios do Pajeú (Cimpajeú) se reuniu nesta quarta (27) com representantes do Ministério da Saúde.

O encontro teve como objetivo discutir a liberação de recursos para manutenção dos serviços do SAMU Consorciado da III Macrorregião de Saúde, bem como apresentar números do trabalho realizado nos primeiros 30 dias de operação.

O presidente Luciano Torres esteve acompanhado da secretária executiva Márcia Conrado e dos técnicos Renata Alves e Arthur Amorim.

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, também participou da reunião.

Eleições OAB-PE: Almir Reis e Fernanda Resende cumprem agenda nesta quinta no Pajeú

Nesta quinta (28), advogados da microrregião do Pajeú, mais precisamente dos municípios de Tabira e São José do Egito, recebem o candidato à presidência da OAB-PE, Almir Reis. O líder da chapa Renova OAB-PE vai almoçar com a advocacia da região, no Restaurante Budega’s, em Tabira. Já à noite, ele janta com os colegas de profissão, no restaurante O Centenário, em São José do Egito.

Na divisão de regiões da OAB-PE, os dois municípios fazem parte da subseção de Afogados da Ingazeira, que conta com mais nove jurisdições (Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, Solidão e Tuparetama) e 255 advogados aptos a votarem na eleição do dia 16 de novembro.

Ainda na quinta, à noite, a candidata a vice-presidente pela chapa Renova OAB-PE e também professora Fernanda Resende vai à Faculdade de Integração do Sertão, em Serra Talhada. Lá, a advogada participará de um congresso e explanará sobre o tema Núcleos de Justiça 4.0 e como a advocacia pode se preparar para essa inovação tecnológica trazida pelo Poder Judiciário.

A subseção de Serra Talhada é considerada uma das mais significativas do interior de Pernambuco, com 333 advogados em situação legal para votar, além de oito jurisdições (Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Mirandiba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte e Triunfo).

Cimpajeú se compromete a realizar nova seleção para o SAMU em 12 cidades da região

O Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú (Cimpajeú) e a empresa Instituto de Técnica e Gestão Moderna se comprometeram, perante o Ministério Público de Pernambuco, a publicar um novo edital de preenchimento para cargos do SAMU nas cidades de Manari, Petrolândia, Sertânia, Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Iguaracy, Itapetim, Ingazeira, São José do Egito, Tabira, Flores e Serra Talhada. O edital deve ser publicado em um prazo máximo de três meses, conforme estabelecido no termo de ajustamento de conduta (TAC) firmado em 14 de outubro e publicado no Diário Oficial Eletrônico do MPPE desta quarta-feira (20).

Segundo o promotor de Justiça Vandeci Leite, a Promotoria de Justiça de Serra Talhada havia recebido reclamações sobre irregularidades no edital do processo seletivo para o SAMU daquele município. Na ocasião, o MPPE expediu recomendação para que o processo seletivo fosse suspenso e houvesse a publicação de um novo edital contemplando parâmetros mínimos para garantir a impessoalidade e isonomia na contratação dos profissionais.

Em reunião realizada no dia 4 de outubro, o Cimpajeú e a organizadora da seleção apontaram a urgência do início das atividades do SAMU, de modo a garantir os repasses de verbas federais e estaduais para a implementação do serviço.

“O MPPE, buscando atender ao interesse público de acesso ao serviço do SAMU e, ao mesmo tempo, preservar a lisura do certame, autorizou o início das atividades do SAMU sob a exigência de realização de novo processo seletivo na forma indicada neste instrumento”, detalhou Vandeci Leite no texto do TAC.

A primeira providência elencada no TAC foi o reconhecimento, por parte do Cimpajeú, da necessidade de realização de novo processo seletivo para a base do SAMU na região. Assim, a publicação do novo edital deve ser comunicada oficialmente ao MPPE até o dia 14 de janeiro de 2022.

Os compromissários também assumiram a obrigação de elaborar o novo edital com base em critérios objetivos para a seleção dos profissionais de saúde, de modo a garantir a impessoalidade, isonomia e transparência do certame.

Dentre as medidas listadas no TAC estão a ampla divulgação do novo processo seletivo e dos meios de inscrição; a divulgação em edital dos métodos avaliativos conforme o tipo de seleção (prova objetiva, entrevista e/ou análise curricular); e a retirada de exigências restritivas que afetam a igualdade entre os candidatos, como a exigência de o profissional morar na mesma cidade da vaga ou regras que beneficiem os atuais contratados.

Por fim, o TAC prevê a convocação dos profissionais aprovados na nova seleção pública para substituir todos os contratados por meio de editais anteriores em um prazo de até dez dias após a conclusão do certame. A rescisão dos contratos antigos deverá ser comprovada oficialmente à Promotoria de Justiça local.

No caso de descumprimento total ou parcial das obrigações assumidas, cada um dos compromissários estará sujeito a multa no valor de R$ 20 mil.

Municípios do Pajeú voltam a receber água da Transposição do Rio São Francisco

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) retomou, na noite de ontem (15), a operação do Eixo-Leste da Transposição do Rio São Francisco, após dez dias de trabalho em uma manutenção em uma das estações de bombeamento.

Coma a retomada da operação, a Compesa religou, imediatamente, os equipamentos do Canal de Sertânia, onde ocorre a captação, para voltar a enviar água para os municípios atendidos pela Adutora do Pajeú.

“Dessa forma, as cidades de São José do Egito, Tuparetama, Brejinho e Itapetim voltaram a ser abastecidas gradualmente. As demais, como Carnaíba, Tabira, Quixaba, Santa Terezinha e Iguaracy, terão o abastecimento reforçado pelas águas da transposição”, informou a Compesa.

Conferência Intermunicipal de Educação acontece nesta quarta

Acontece nesta quarta (6) a IV Conferência Intermunicipal de Educação que irá reunir quinze municípios do Sertão do Pajeú.

Com o tema “Inclusão, Equidade e Qualidade: compromisso com o futuro da educação Brasileira”, a conferência terá três momentos onde serão discutidos melhorias na educação dos municípios e emendas ao documento base da Conferência Estadual de Educação.

Acompanhe em tempo real

Afogados da Ingazeira será representada por integrantes da Secretaria Municipal Educação, juntamente com a secretária da pasta, Wivianne Fonseca.

A IV Conferência terá início às 9h, com transmissão ao vivo pelo canal da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), no YouTube.

Manutenção na transposição altera abastecimento de água em Tabira e outras oito cidades do Pajeú

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou nesta terça (5) que uma manutenção em uma das estações de bombeamento no Eixo-Leste da Transposição do Rio São Francisco provocou a diminuição do nível da água no canal de captação em Sertânia.

“Para preservar os equipamentos para que eles não queimem, a Compesa desligou a captação, o que tem gerado diminuição ou interrupção do abastecimento de nove cidades: Iguaracy, Tabira, Tuparetama, Santa Terezinha, São José do Egito, Itapetim, Brejinho, Carnaíba e Quixaba”, explicou a Compesa.

A Companhia ainda informou que está aguardando informações do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) sobre a retomada da operação do ramal.

SAMU regional começa a operar na próxima quinta

O prefeito de Ingazeira e presidente do Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú (Cimpajeú), Luciano Torres, afirmou ao programa A Tarde é Sua da Rádio Pajeú, nesta terça (5), que o SAMU regional começa a operar em toda a região, a partir da próxima quinta (7).

Luciano comentou sobre uma reunião que aconteceu nesta segunda (4) com o promotores de Justiça Vandeci Sousa Leite e Lúcio Luiz de Almeida Neto, além dos advogados do Cimpajeú e da empresa ITGM, responsável pela gestão do SAMU na região.

O serviço estava programado para iniciar a operar na sexta (1), mas o Ministério Público de Pernambuco, através do promotor Vandeci Sousa Leite, recomendou a suspensão do Processo Seletivo Simplificado pelo prazo de 48 horas, bem como abertura de novo processo de seleção, estabelecendo critérios claros e objetivos para admissão dos candidatos, especificando no edital o que será considerado para fins de avaliação, a pontuação a ser atribuída a cada item e subitem avaliado, bem como os critérios de desempates.

Segundo Luciano, o promotor Vandeci acatou as explicações e liberou o início das atividades do serviço para a próxima quinta. “Na próxima quinta às 10h, na Central de Regulação, em Serra Talhada, vamos dar o ponta pé inicial das atividades deste serviço tão esperado para a nossa região. Com certeza, quem ganha é a população, que terá um atendimento de socorro mais rápido”, afirmou Torres.

Ainda segundo o presidente do Cimpajeú, o serviço será observado pelo Ministério Público e caso seja necessário, um novo Processo Seletivo poderá ser realizado em três meses. Luciano informou que a denúncia do médico serra-talhadense, Lourival Rodrigues, de que a seleção dos aprovados foi feita via um grupo privado de WhatsApp, não foi tratada na reunião.

Sobre as denúncias feitas por um grupo formado nas redes sociais de candidatos não aproveitados para o SAMU, que chegaram a se queixar de apadrinhamento em várias cidades, Torres disse não passar de especulações. “Todo o processo realizado pela empresa contratada foram transparentes. Foi feito avaliação curricular de todos os candidatos, não houve esse negócio de apadrinhamento. São especulações”, afirmou Luciano Torres.

Blog do Nill Júnior

João Paulo Costa entrega ações no Sertão do Pajeú

O deputado estadual João Paulo Costa (Avante) cumpriu agenda no Sertão do Pajeú no final de semana. Ao lado de lideranças locais, o parlamentar visitou Tabira, Afogados da Ingazeira, Solidão e Itapetim para entregar diversas ações que vão melhorar a qualidade de vida da população.

No sábado (2), o deputado marcou presença no evento Budegas 360, em Tabira, ao lado de diversas lideranças, como os vereadores Djalma Nogueira e Aldo Santana. “O Budegas 360 faz parte da volta responsável e gradativa das atividades do setor de eventos no Estado. Com o avanço da vacinação, cada vez mais, vamos conseguir possibilitar a volta dos trabalhadores às suas atividades”, declarou o parlamentar.

Em Afogados, no domingo (3),  ao lado do deputado federal Ricardo Teobaldo, do vereador Edson Henrique e do ex-vereador Zé Negão, João Paulo Costa entregou poços artesianos perfurados e instalados e também visitou a comunidade rural Cachoeira da Onça. “Com muita alegria, estamos entregando uma retroescavadeira e duas caçambas à comunidade. Tenho certeza de que os aparelhos vão contribuir para potencializar o trabalho da população local, facilitando a execução das atividades”, afirmou.

Em Solidão, o parlamentar reencontrou a ex-prefeita Cida Oliveira. “É sempre muito bom voltar à cidade e rever a amiga Cida e seu esposo, Jesus. Além disso, tivemos uma boa conversa sobre as ações que vamos trazer para melhorar a qualidade de vida no município”, informou

Finalizando a agenda, João Paulo Costa entregou uma retroescavadeira e poços artesianos em Itapetim ao lado de Anderson Lopes e do deputado Ricardo Teobaldo. “Entregamos poços artesianos perfurados e instalados, que vão garantir o abastecimento de água durante todo o ano. Junto com a retroescavadeira, eles darão condições do homem do campo tirar o sustento da terra”, finalizou o deputado.

Durante giro no Pajeú, Ricardo Teobaldo entrega equipamentos e se reúne com lideranças

Em menos de três dias, o deputado federal Ricardo Teobaldo visitou cerca de oito municípios numa grande agenda pelo Sertão do Pajeú. Durante os encontros, o parlamentar ouviu lideranças e fez diversas entregas à população. A agenda também contemplou entrevistas de rádio na região.

“A pandemia nos afastou um pouco das pessoas, mas, mesmo distante, o trabalho seguiu e durante essa agenda fizemos várias entregas fruto de nossa atuação em Brasília. Foram assinadas ordens de serviço para obras, entregas de equipamentos e diversas reuniões para prestar conta do nosso mandato. Foi com muita alegria que nos encontramos mais uma vez com o povo do Pajeú”, disse o parlamentar.

Em Afogados da Ingazeira, na comunidade de Cachoeira da Onça, foram entregues dois caminhões caçambas e uma retroescavadeira. Em Itapetim, no distrito de Piedade, o parlamentar entregou uma retroescavadeira a comunidade. Já em Tuparetama, ao lado do prefeito Sávio Torres, foi lançada a pedra fundamental para construção de uma creche, no bairro da Patrona. Na sequência foram entregues cinco ônibus escolares e uma pá mecânica. Todos os equipamentos foram destinados mediantes a emendas parlamentares.

Além da agenda administrativa, o deputado Ricardo Teobaldo teve encontros com diversas lideranças da região. Participaram das agendas o ex-prefeito Dessoles Monteiro (Iguaraci), a ex-prefeita Cida (Solidão), ex-vereador e candidato pelo a prefeito pelo Podemos Zé Negão (Afogados da Ingazeira) e o empresário Anderson Lopes (Itapetim), também candidato a prefeito pelo Podemos nas últimas eleições. O parlamentar ainda aproveitou a ocasião para fazer uma visita ao ex-presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, José Marcos de Lima, e ao prefeito e o vice de Brejinho, Gilson Bento e Naldo. Teobaldo também esteve reunido com o candidato do Podemos nas últimas eleições Luciano Moreira (Ingazeira) e o vereador Josias Curumba (Podemos).

Pajeú tem cinco municípios sem estoque de Astrazeneca para aplicação da segunda dose

A Secretaria de Saúde de Pernambuco informou ontem (13) que o Estado tem 40 municípios sem estoque para aplicação da segunda dose da vacina Astrazeneca.

De acordo com a SES, o Ministério da Saúde orienta que os municípios que tenham estoque da Pfizer utilizem o imunizante para completar a vacinação das pessoas que tomaram a primeira dose da Astrazeneca.

Entre os municípios sem segunda dose da Astrazeneca estão Brejinho, Calumbi, Flores, Ingazeira e Santa Terezinha, todos no Pajeú.