Eduardo da Fonte propõe garantir pagamento integral e imediato do Fundeb na Pec dos Precatórios

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) solicitou ao relator da PEC 23/21, chamada de PEC dos Precatórios, que ajuste a proposta para garantir que não haja atraso no pagamento do Fundeb no próximo ano. Pelo texto atual, professores podem deixar de receber, em 2022, cerca de 60% do valor que é devido pela União e reconhecido pela Justiça. 

“Temos que encontrar um caminho que não sufoque o orçamento do Governo Federal e garanta o Auxílio Brasil sem prejudicar outras parcelas da população, especialmente uma categoria tão importante. Nós trabalhamos pela valorização dos professores e da Educação e vamos defender este fundo tão importante para o financiamento da educação básica no Brasil”, explicou Eduardo da Fonte.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.