Estrada da Cebola garantirá mais competitividade aos produtores de Cabrobó

Dando continuidade ao giro pelo Sertão do São Francisco, dentro do Plano de Retomada da economia do Estado, o governador Paulo Câmara visitou, nesta sexta (13), obras em andamento, e anunciou mais duas intervenções fundamentais para o fortalecimento socioeconômico da região. Uma delas é a implantação da PE-499, também chamada de Estrada da Cebola, entre Terra Nova e Cabrobó, que garantirá mais competitividade aos produtores do município e dos arredores.

“Tivemos oportunidade de circular mais um dia aqui pelos municípios do Sertão do São Francisco e assinar ordens de serviço para estradas muito importantes. São obras que começam agora, e que têm prazos definidos de conclusão. Neste momento de retomada, em que estamos podendo investir mais e aprimorar a geração de emprego e renda com investimentos públicos como esse das estradas, esperamos realmente melhorar a trafegabilidade em todas as regiões do Estado”, afirmou Paulo Câmara.

A PE-499, com extensão de 31,96 quilômetros, será toda pavimentada no trecho de ligação dos dois municípios, que têm tradição na piscicultura, na caprinocultura e na agricultura irrigada, principalmente na produção de melão, melancia, tomate e cebola. Com um orçamento de R$ 48,5 milhões, a obra tem duração de prevista de 12 meses, e trará agilidade nas viagens, conforto e segurança para 45 mil habitantes.

“Há mais de 40 anos a população aguardava por essa obra. É uma rodovia importante, por onde vai ser escoada toda a produção agrícola, que é muito forte aqui no Sertão do São Francisco, além de levar grandes melhorias também ao Sertão Central. Vai ser implantada com características de uma rodovia federal, com toda a questão de segurança e vai encurtar o caminho de quem trafega pela região em 70 quilômetros”, explicou a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Nesta passagem pelo Sertão, o governador também autorizou o início da recuperação e adequação de capacidade da rodovia PE-574, conhecida como Estrada da Uva e do Vinho, entre Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. A intervenção, com extensão de 62,1 quilômetros, beneficiará uma população de 67,5 mil habitantes, contará com investimento de aproximadamente R$ 23 milhões e tem duração prevista de 12 meses. A recuperação da estrada é fundamental para o escoamento da produção de uva e vinho do Vale do São Francisco, que gera 10 mil empregos e produz, anualmente, cerca de 20,5 milhões de quilos de uva e sete milhões de litros de vinho, exportados para outros estados e países.

O governador também visitou algumas obras em andamento. Iniciados em março, os serviços na PE-550, que abrangem uma extensão de 46,5 quilômetros, com um investimento de R$ 26,6 milhões, atingiram o percentual de 40% de execução e devem ser concluídos em janeiro de 2021. Os trabalhos na via estão divididos em dois segmentos: o primeiro (com 24,1 km) parte da BR-428, em Caraíbas, passando pelo projeto Fulgêncio, e o segundo (com 22,4 km) segue dali até o distrito de Urimamã. As ações são executadas pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e contemplam terraplenagem, reciclagem base, pavimentação, drenagem e sinalização. A requalificação da PE-550 beneficiará diretamente mais de 85,5 mil habitantes daquela região, responsável por parte significativa da produção de frutas em Pernambuco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *