Fux fará discurso firme para responder às ameaças de Bolsonaro, consideradas inaceitáveis dentro do STF

Blog do Camarotti

No pronunciamento que fará nesta quarta (8) na sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, vai responder a alguns pontos considerados inaceitáveis dos discursos do presidente Jair Bolsonaro nos atos golpistas desta terça (7).

A reação foi consensual entre ministros da Corte que conversaram depois dos atos por cerca de uma hora.

Três pontos específicos da fala de Bolsonaro terão uma resposta firme: as ameaças feitas ao próprio STF; o recado para que Fux enquadrasse o ministro Alexandre de Moraes; e o aviso de que vai descumprir decisão judicial.

Mas, na Corte, o entendimento é que as respostas seguem nas vias judiciais e que, nesse contexto, Bolsonaro só produziu mais provas contra si com as ameaças públicas. O presidente já é investigado em quatro procedimentos no STF.

De todo jeito, um ministro da Corte lembra que a tentativa de estabelecer um diálogo institucional ficou cada vez mais difícil. E isso deve dificultar temas de interesse do próprio governo Bolsonaro, como a solução para o pagamento dos precatórios para 2022.

Sem esta solução, será difícil o Executivo abrir espaço fiscal para turbinar o Bolsa Família, uma prioridade do presidente para ano eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *