Justiça Eleitoral diz que coligação de Flávio Marques promoveu tumulto processual

A Justiça Eleitoral considerou que a coligação que tem Flávio Marques (PT) como candidato a prefeito de Tabira causou tumulto processual após acionar o judiciário duas vezes narrando o mesmo fato.

“Convém registrar que os representantes promoveram um verdadeiro tumulto processual, ao ajuizar duas ações versando fatos similares, em ambas buscando o reconhecimento de propaganda eleitoral ilícita por suposta confecção de distribuição de camisetas em campanha eleitoral”, disse o juiz Jorge William Fredi, ressaltando que bastava apenas uma ação.

As ações foram ajuizadas em desfavor da coligação Por Uma Nova Tabira da candidata a prefeita Nelly Sampaio (PSC).

Deixe uma resposta