Miguel Coelho sanciona novo plano diretor de Petrolina

Após amplas discussões com a sociedade, o prefeito Miguel Coelho sancionou nesta sexta (25) o novo plano diretor de Petrolina. O documento norteará pelos próximos 10 anos o desenvolvimento urbano do município sertanejo, impondo diretrizes sobre a ocupação de ruas, preservação do meio ambiente, saneamento, drenagem entre outros aspectos da convivência nas cidades.

O plano foi debatido em diversas esferas da sociedade, desde audiências públicas com organizações comunitárias até em sessões da Câmara de Vereadores. O documento é obrigatório desde 2001 em todos os municípios brasileiros, mas em Petrolina já existe uma base para o crescimento urbano sustentável que data da década de 60. A lei criada pelo ex-prefeito Luiz Augusto foi fundamental para controlar problemas comuns em municípios, a exemplo da ocupação irregular de ruas, praças, parques, garantindo um ambiente mais organizado e harmônico. Em outras palavras, as diretrizes legais influenciam no que se costuma classificar como “cidade planejada”.

É a segunda vez que o plano diretor de Petrolina passa por uma atualização. A primeira foi em 2006, na gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra. Agora, na administração de Miguel Coelho, novas medidas foram acrescidas para garantir um trânsito mais saudável, acessibilidade a pessoas com deficiência, contenção de alagamentos, proteção do Rio São Francisco entre outras iniciativas.

Na solenidade de sanção do documento histórico, o prefeito agradeceu aos vereadores, secretários e toda a comunidade envolvida na construção coletiva do novo plano diretor. “Hoje, Petrolina é considerada uma cidade planejada porque lá atrás o prefeito Luiz Augusto teve a visão de determinar regras urbanas para o crescimento ordenado e depois o prefeito Fernando Bezerra aperfeiçoou. É preciso fazer esse reconhecimento e também agradecer a todos os vereadores, secretários, a população por participar desse documento histórico para nossos filhos e netos”, registrou o prefeito no ato realizado na sede da prefeitura. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.