Motorista que matou três pessoas em colisão na Tamarineira é condenado

O caso Tamarineira, ocorrido em 2017, teve um desfecho na noite desta quinta (17). Após três dias de julgamento, o réu João Victor Ribeiro de Oliveira, de 29 anos, foi considerado culpado pelo Júri Popular. O homem era acusado de matar três pessoas em um acidente, que teria sido provocado depois dele ter ingerido bebidas alcoólicas e feito uso de drogas ilícitas.

A sentença foi lida  pela juíza Fernanda Moura de Carvalho, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital. “A culpabilidade do acusado foi extrema”, externou a magistrada.

A pena de João Victor será de 29 anos, quatro meses e 24 dias de prisão em regime fechado. O julgamento aconteceu no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha de Joana Bezerra, na Área Central do Recife. 

O réu foi condenado à prisão pelos crimes de triplo homicídio doloso duplamente qualificado e por dupla tentativa de homicídio. A defesa pode recorrer da decisão em segunda instância.

NE10 Interior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.