17°C 29°C
Itapetim, PE
Publicidade

Parlamentares fazem elogios e cobranças ao Governo do Estado

Pronunciamentos marcaram a Reunião Plenária desta quarta (6).

06/09/2023 às 18h09
Por: Euflávio Nunes
Compartilhe:
Parlamentares fazem elogios e cobranças ao Governo do Estado

Pronunciamentos com elogios e cobranças ao Governo do Estado marcaram a Reunião Plenária desta quarta (6).   

Primeira a discursar, a deputada Socorro Pimentel (União) parabenizou a governadora Raquel Lyra pelo anúncio de obras no Sertão do Araripe. Ela destacou a visita da mandatária à região, no último sábado (2), dentro do programa Ouvir Para Mudar, processo participativo lançado pelo Governo do Estado para construção do Plano Plurianual (PPA) 2024-2027. Na ocasião, foi anunciada a pavimentação da PE-630, no trecho que liga o município de Trindade ao distrito de Barra de São Pedro, de Ouricuri

Continua após a publicidade

Outro anúncio comemorado pela parlamentar foi o da implantação da Maternidade do Araripe, também em Ouricuri. “A unidade terá banco de leite humano, leitos para gestantes de alto risco e equipamentos de imagem. As mulheres agora terão assistência especializada e não precisarão se deslocar por 255 km para dar à luz em Petrolina, pois serão tratadas com a qualidade e a dignidade que merecem”, disse Pimentel, que ainda comemorou a inauguração, na última terça (5), do novo ambulatório do Hospital Agamenon Magalhães (HAM), no Recife.

A liberação de recursos orçamentários destinados ao Investe Escola Pernambuco foi cobrada pelo deputado Renato Antunes (PL). O programa estadual disponibiliza verbas diretamente às unidades executoras da comunidade escolar para que sejam aplicados em projetos pedagógicos, atividades educacionais, manutenção da infraestrutura escolar, aquisição de materiais e outras despesas relacionadas à melhoria da educação. 

“A iniciativa foi um meio encontrado de descentralizar recursos e dar ao gestor na ponta, que conhece a necessidade local, condições de fazer os investimentos. Mas há pressa, pois temos escolas com dificuldades de manutenção predial”, apontou Antunes. “É preciso que a burocracia seja destravada e os recursos repassados para as 1.055 escolas de forma escalonada”, cobrou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias