17°C 29°C
Itapetim, PE
Publicidade

Rosa Amorim critica PEC que pode ceder praias à iniciativa privada

Deputada criticou Coronel Meira pelo apoio à privatização.

04/06/2024 às 08h23
Por: Euflávio Nunes
Compartilhe:
Amaro Lima/Alepe
Amaro Lima/Alepe

As discussões em torno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 3/2022, que permite a cessão de terrenos de marinha, hoje sob domínio da União, à iniciativa privada, repercutiu na reunião plenária desta segunda (3). O apoio dado por congressistas e personalidades à medida foi criticado na tribuna.

Rosa Amorim (PT) voltou a se posicionar contra a PEC. Para ela, a proposta abre caminho para a privatização do litoral brasileiro, a começar pelas praias pernambucanas. A parlamentar direcionou o pronunciamento ao deputado federal Coronel Meira (PL) e a todos que têm defendido publicamente a aprovação da proposição, como o senador e relator da matéria Flávio Bolsonaro (PL), e o jogador de futebol Neymar.

Continua após a publicidade

“São verdadeiros urubus dos nossos bens públicos, pois é isso que está em jogo”, externou. “Não podemos deixar que o litoral brasileiro, e em especial o nordestino, se transforme numa grande empreiteira, ajudando na degradação do meio ambiente”, acrescentou. Ela salientou que as praias são públicas e pertencem ao povo brasileiro.

Rosa Amorim lembrou, ainda, do impasse que vem acontecendo no Pontal de Maracaípe, em Ipojuca, Região Metropolitana, com restrições de acesso a banhistas e trabalhadores por proprietários de áreas à beira-mar. Em audiência pública realizada pela Comissão de Cidadania da Alepe, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) anunciou a determinação da retirada de muros de coqueiros construídos ao longo da praia. “Estaremos lá fazendo pressão junto aos trabalhadores para que a gente tenha novamente aquela praia pública, como deve ser”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias