16°C 29°C
Itapetim, PE
Publicidade

Prefeitura do Recife e Plexos Institute firmam acordo de cooperação técnica

Parceria visa promover o desenvolvimento e o fortalecimento do uso de novas tecnologias.

03/07/2024 às 17h16
Por: Euflávio Nunes
Compartilhe:
Prefeitura do Recife e Plexos Institute firmam acordo de cooperação técnica

Referência no mercado de Tecnologia e Inovação, o Plexos Institute é o mais novo parceiro da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife para prototipação e implementação de soluções inovadoras que possam ser aplicadas em benefício da cidade e dos recifenses. Para viabilização do projeto, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica com vigência de 24 meses. O foco será a utilização da tecnologia blockchain, com o objetivo de criar uma infraestrutura tecnológica robusta que proporciona segurança e praticidade, entregando soluções avançadas na palma da mão dos cidadãos. O uso de blockchain tem potencial para revolucionar diversos serviços públicos, oferecendo maior transparência, eficiência e confiabilidade.

“Entre as vantagens da adoção de blockchain nos serviços municipais, destacam-se a melhoria na gestão de dados, permitindo um controle mais preciso e seguro das informações dos cidadãos, e a automação de processos burocráticos, reduzindo a necessidade de intermediários e agilizando serviços. Com blockchain, registros de propriedade, transações financeiras e dados de saúde, por exemplo, podem ser armazenados de forma imutável e acessíveis de maneira segura, o que aumenta a confiança do público nos serviços prestados pela gestão municipal”, explica o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Rafael Figueiredo.

Continua após a publicidade

A parceria ainda prevê estudos e desenvolvimento voltados para a criação de protótipos e a implementação de soluções piloto. Este caráter experimental é crucial para explorar todas as possibilidades que a tecnologia blockchain pode oferecer, adaptando-a às necessidades da cidade e de seus habitantes. “Esse processo de pesquisa e inovação permitirá identificar as melhores práticas e desenvolver aplicações que realmente façam a diferença no dia a dia dos cidadãos recifenses”, destaca o secretário.

Além de transformar a prestação de serviços públicos, a blockchain poderá ser utilizada para ampliar o alcance e as possibilidades da pioneira moeda social Capiba, já implementada na cidade do Recife. Essa integração potencializa os benefícios sociais e econômicos, promovendo inclusão e transparência. Na visão de Camila Rioja, presidente do Instituto Plexos, o projeto Capiba, com sua base tecnológica em blockchain, representará uma inovação fundamental para a Prefeitura do Recife. “Ao democratizar o acesso aos benefícios dessa tecnologia emergente, a moeda Capiba não apenas promoverá a inclusão digital, mas também pode potencializar o impacto social através da melhoria da qualidade de vida da população recifense, posicionando a cidade como líder em transformação tecnológica e bem-estar social”, diz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias