16°C 29°C
Itapetim, PE
Publicidade

Prefeitura do Recife garante R$ 413 milhões de investimentos privados em quatro parques urbanos

Sessão pública ocorreu na sede da B3.

06/07/2024 às 09h54
Por: Euflávio Nunes
Compartilhe:
Prefeitura do Recife garante R$ 413 milhões de investimentos privados em quatro parques urbanos

Buscando assegurar maior qualidade aos serviços oferecidos em parques urbanos da cidade, mantendo a gratuidade no acesso a esses espaços, a Prefeitura do Recife garantiu R$ 413 milhões em investimentos privados em quatro equipamentos municipais pelos próximos 30 anos. A sessão pública ocorreu na sede da B3, em São Paulo, nesta sexta (5). O consórcio Parques do Brasil arrematou os dois blocos do leilão, que envolveu os seguintes parques: bloco A, com os parques Jaqueira (Jaqueira), Santana (Santana) e Apipucos (Apipucos), enquanto o bloco B compreendeu o Parque Dona Lindu (Lindu). O conjunto dos espaços totaliza uma área de 172,6 mil metros quadrados, com previsão de criação de mais de 120 empregos diretos.

Com isso, o consórcio vencedor realizará uma série de intervenções nos quatro parques, como reforma e manutenção de teatro, galeria e quiosques e depósitos dos vendedores ambulantes, melhorias nas pistas de cooper e ciclovia, requalificação de banheiros, instalação de bebedouros, bancos e lixeiras, a obtenção de certificação ambiental, dentre outras iniciativas. A previsão é que esses investimentos ocorram no prazo de dois a seis anos, a partir do início do contrato.

Continua após a publicidade

O consórcio Parques do Brasil – formado pelas empresas Aqui é Brasil Parques LTDA, BG Promoções e Eventos Musicais LTDA EPP e R N B Rodrigues Turismo – apresentou uma oferta de R$ 198.306,75 para o bloco A e de R$ 140.599,91 para o bloco B, ambos com mesmo percentual de ágio, de 30%. Com o contrato firmado, projeta-se que a futura concessionária proverá investimentos que totalizam mais de R$ 279 milhões para o bloco A, sendo R$ 35,8 milhões em CAPEX e R$ 243,2 milhões em OPEX durante o período de contrato.  Já para o bloco B, espera-se que a futura concessionária promova investimentos que totalizam mais de R$ 134,4 milhões para o Bloco B, sendo R$ 13,8 milhões em CAPEX e R$ 120,5 milhões em OPEX durante o período de contrato.

O projeto é coordenado pela Secretaria de Planejamento, Gestão e Transformação Digital (SEPLAGTD), através da Secretaria Executiva de Parcerias Estratégicas (SEPE), em conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que identificaram as atuais potencialidades e possibilidades de aprimoramento das infraestruturas e equipamentos situados nos mencionados Parques.

Com a concessão, a gestão dos quatro parques urbanos deverá impulsionar novos investimentos em benefício da população, além de gerar efeitos multiplicadores positivos para a economia local. O acesso a esses espaços permanecerá gratuito, conforme previsto na Lei Municipal nº 18.824/21.

“A concessão de quatro parques urbanos representa um marco na história do Recife e um salto de qualidade nos serviços prestados à população. É importante ressaltar que em todos eles o acesso continuará totalmente gratuito, previsto inclusive em lei, garantindo a democratização desses espaços para o convívio social, a prática esportiva e a contemplação do meio ambiente. A Prefeitura do Recife fiscalizará as empresas concessionárias, cobrando a oferta de serviços à altura do que já oferecemos à população. Por outro lado, os recursos que até então a gestão municipal emprega na manutenção e conservação desses espaços deverão ser empregados em novos investimentos para a cidade, como o reforço na infraestrutura e construção de novas creches, por exemplo”, explica o secretário de Planejamento e Gestão do Recife, Felipe Matos.

“A concessão dos quatro parques urbanos do Recife busca assegurar a conservação e a revitalização desses espaços públicos, gerando empregos e promovendo desenvolvimento sustentável. Serão investidos cerca de R$ 49 milhões em melhorias na infraestrutura de lazer e instalações em diversas áreas, além de aproximadamente investimentos em operação e gestão dos parques ao longo da vigência do contrato”, destaca o diretor de Planejamento e Relacionamento Institucional do BNDES, Nelson Barbosa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Recife - PE
Sobre o município
Página em atualização
Ver notícias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias