Prefeitura de Afogados promove primeiro espetáculo com presença de público no cineteatro São José

O cineteatro São José foi palco na noite desta quinta (30) do primeiro espetáculo promovido pela Prefeitura aberto ao público, com a exigência de comprovação da vacinação. Foi a edição “de cortinas abertas” do Projeto Quinta Cultural, reunindo três espetáculos teatrais em uma só noite.

O primeiro foi “O menino que queria voar”, do ator e professor de teatro Rodrigo Figueira, e abordou a importância de mantermos vivos os nossos sonhos, contando a história de Dudu, um menino de oito anos, e de sua paixão pelo voo e por aviões. Rodrigo está com um espaço na avenida Artur Padilha, 537, onde são ofertadas aulas de teatro, yoga e circo.

A segunda apresentação da noite foi da Companhia Pajeú de Dança, composta por jovens talentos de Afogados. Eles encenaram o espetáculo “a gaiola”,’ abordando, de forma emocionante, questões relacionadas à prevenção do suicídio, tema abordado pela Prefeitura de Afogados durante todo o mês de Setembro. Durante a apresentação, o artista plástico e secretário adjunto de cultura, Luciano Pires, pintou ao vivo uma tela com referências ao que dizia a mensagem do espetáculo.

A noite mágica de teatro terminou com a multiartista Odília Diniz, com o seu “Decripolou Totepou”, abreviação da frase “de criança, poeta e louco, todos nós temos um pouco.” Com muito humor e interação com o público presente, ela levou para o palco a magia do teatro de rua, da cultura popular, interagindo bastante com o público através de suas brincadeiras e palhaçadas de circo.

“Muito bom poder retornar, depois de mais de um ano sem contato com o público. É muito gratificante, pois teatro é isso, interação. Parabenizo a Prefeitura de Afogados por nos dar essa oportunidade,” destacou Odília Nunes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *