Presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM é assassinado a tiros no Recife

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Albérisson Carlos, foi assassinado a tiros na noite desta quarta (16), na Rua Ricardo Salazar, na Madalena, na Zona Oeste do Recife. O crime aconteceu por volta das 18h30, depois que ele saiu da sede da entidade, na Rua Carlos Gomes.

Albérisson foi levado em estado grave para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central da cidade.

De acordo com a assessoria de imprensa do HR, ele foi atendido na emergência, mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 19h25.

Albérisson estava acompanhado na hora do crime. Uma servidora pública de 39 anos ouviu os tiros e viu o desespero de uma mulher.

“Eu estava em casa quando ouvi os tiros e me abaixei. Quando terminou, vi uma mulher desesperada na rua. Não foi ferida, mas estava em choque. Foram, no mínimo, cinco tiros”, lembrou a mulher, que preferiu não ser identificada.

Segundo a testemunha a pessoa que estava com Albérisson afirmou que os criminosos estavam “de tocaia”, esperando ele sair da sede da associação.

Ainda de acordo com testemunhas, essa mulher seria a esposa de Albérisson, que estava aguardando ele pegar o carro para ir para casa.

As investigações foram iniciadas pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Uma equipe do Grupo Especializado em Perícias de Homicídios (GEPH), da Polícia Científica de Pernambuco, também foi enviada ao local do crime para colher vestígios que ajudem na elucidação do caso.

De acordo com o perito criminal Tadeu Cruz, foi realizada a perícia no local do crime, onde estava estacionado o carro de Albérisson, um HRV prata. “O carro tinha uma perfuração de arma de fogo no capô. Também tinham manchas de sangue pelo chã, mas nenhum elemento balístico foi encontrado”, disse.

G1 PE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.