Presidente da Câmara de Santa Terezinha critica projeto que altera contribuição de servidores

A Prefeitura de Santa Terezinha enviou para apreciação da Câmara Municipal um Projeto de Lei que dispõe sobre a alteração da alíquota da contribuição do Segurado do Fundo de Previdência do Município.

O projeto estabelece que a alíquota previdenciária dos servidores efetivos dos poderes Executivo e Legislativo passaria de 11% para 14% incidentes sobre a totalidade da remuneração de contribuição.

“Tenho certeza que a Câmara não se curvará a um ato tão descabido quanto esse, ao passo que estaremos sempre atentos aos possíveis desmandos que o governo municipal tente fazer contra a população em geral e em especial contra nossos servidores”, disse o presidente da Câmara, Adalberto Junior.

Adalberto ainda afirmou que a iniciativa da Prefeitura reduziria os vencimentos dos servidores quando todos sofrem com os efeitos da pandemia de coronavírus. “Um verdadeiro absurdo para o atual momento que estamos vivenciando”, frisou.

Deixe uma resposta