Procon/PE encerra festa no Clube Português no Recife

Fiscalização conjunta do Procon/PE, Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros encerrou festa, neste domingo (30), no Clube Português, por irregularidades quanto às regras de prevenção à Covid-19.

No clube, a fiscalização  constatou diversas irregularidades, como: muitas pessoas circulando sem máscara,  aglomeração,  nenhum distanciamento social próximo ao palco,  ausência de solicitação de exame de antígeno para a Covid-19 e da exigência da carteira de vacinação completa.

A produção do evento foi autuada pelo Procon, o show foi interrompido e as pessoas  dispersadas do local. O Órgão de Defesa do Consumidor vai aplicar uma multa aos responsáveis pela produção. O valor varia de R$ 1.050,00 a aproximadamente R$ 10 milhões de reais. A produção do show tem um prazo de dez dias para dar esclarecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.